Operação conjunta resulta na apreensão de malhadores e espinheis

Uma operação conjunta que ocorreu no período de 31 de maio a 6 de junho, em Caracaraí, resultou na apreensão de 44 malhadores e cinco espinheis – espécie de conjunto de anzóis para pesca. Não houve autuação de pescadores. A ação fez parte das atividades da Semana de Conscientização Ambiental, que envolveu diversos organismos ligados à fiscalização e preservação do Meio Ambiente.

 

Participaram da operação policiais da Cipa (Companhia Independente de Policiamento Ambiental), da Polícia Militar de Roraima, além de fiscais do ICMBio (Instituto Chico Mendes) e Femarh (Fundação Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos).

“A Cipa atua em missões importantes no Baixo Rio Branco de repressão aos crimes ambientais, sempre com parcerias importantes como o ICMBio, Femarh, Polícia Federal, Exército e outros órgãos”, garantiu o comandante da Companhia, major Alves Fernandes.

Segundo ele, a Cipa trabalha também com a sensibilização educativa quanto à pesca nas comunidades ribeirinhas e outras ações para inibir a ação predatória no Estado.

OUTRAS ATIVIDADES – Também como parte das atividades, a Cipa realizou duas palestras com abordagem nas leis ambientais e combate aos crimes ambientais para acadêmicos de Direito da Universidade Federal de Roraima e participação na Semana de Biologia da Faculdade Cathedral.

Em parceria com o Exército Brasileiro, a Cipa executa outra importante missão de vigilância permanente, na região do Rio Uiraricoera, a fim de coibir a atividade de garimpo ilegal que ainda existe no Estado. Além disso, participa ativamente da Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental de Roraima para a promoção de Cidadania e Respeito ao Meio Ambiente.